Wellington Dias lança Fundo de Aval para Micro e Pequenas Empresas

Iniciativa foi possível através de parceria entre o Piauí Fomento e o Sebrae-PI.

No início da tarde desta terça-feira (21), o governador Wellington Dias participou de uma transmissão ao vivo pelas redes sociais para lançar o Fundo de Aval para Micro e Pequenas Empresas (Fampe). A iniciativa é uma parceria entre o Governo do Estado por meio da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí (Piauí Fomento) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PI).

“Torna-se muito relevante essa parceria para este momento que precisamos movimentar a economia e retomá-la. Vamos juntos dar condições aos microempresários para que eles possam seguir gerando trabalho e renda para os piauienses. O objetivo é fazer circular dinheiro na economia. Agradeço à dedicação da Piauí Fomento e do Sebrae”, disse o governador Wellington Dias.

O Fampe é um fundo de aval constituído pelo Sebrae para complementar garantias nas operações de crédito contratadas pelos pequenos negócios junto às instituições financeiras conveniadas. Assim, o Sebrae entraria como uma “avalista” por meio do Fampe para ajudar os pequenos negócios a acessar empréstimos e financiamentos.

O fundo se destina a pequenos negócios formalizados urbanos (Microempreendedores Individuais – MEI, Microempresas – ME, Empresas de Pequeno Porte – EPP) e pequenas agroindústrias formalizadas conforme parâmetros da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. Além disso, é operacionalizado exclusivamente por instituições financeiras conveniadas com o Sebrae.

Segundo o diretor-presidente da Piauí Fomento, Luiz Carlos Éverton de Farias, a parceria facilitará em muito as empresas com o financiamento de capital de giro e investimento neste momento de crise por conta da pandemia da Covid-19. “A Piauí Fomento firmou parceria com o Sebrae para utilização do Fundo de Aval das Micro e Pequenas Empresas. As pequenas empresas estão tendo dificuldades de oferecer garantias aos financiamentos concedidos pela Piauí Fomento, principalmente no Fundo Geral de Turismo, que é um recurso que recebemos do Ministério do Turismo para apoiar os pequenos negócios nesse setor representado por pousadas, hotéis, restaurantes, bares”, comenta o diretor.

Luís Carlos Éverton explica que o fundo de aval vem para cobrir exatamente 80% do valor do crédito. “Isso vai facilitar em muito a concessão desses financiamentos. Estou muito entusiasmando com a parceria e creio que a gente vai conseguir viabilizar muitos pequenos negócios no nosso estado”, explicou o diretor da Piauí Fomento.

“É um momento especial de uma importante parceria em que o Piauí Fomento com o apoio do Sebrae criam novas condições para que o empreendedor tenha acessos ao crédito, que tem sido um gargalo nesse momento de pandemia e Sebrae chega com um fundo de aval para preencher essa lacuna. Quero parabenizar o Governo do Piauí pela celeridade e por reconhecer a importância de chegar ao empreendedor de Turismo do Piauí”, destacou o diretor superintendente do Sebrae Piauí, Mario Lacerda. O Sebrae vai atuar ainda propiciando orientações e consultorias para aqueles que pleitearem financiamento na Piauí Fomento.

O presidente do Conselho do Sebrae Piauí, Freitas Neto também participou da live. “As micro e pequenas empresas no Piauí representam 26% do nosso PIB e 60% dos nossos empregos de carteira assinada. Então, percebemos da relevância desse segmento que tem sido atingido pela pandemia. A nossa missão é apoiar esse segmento e estar atento a todos esses problemas com a intenção de solucioná-los”, disse Freitas Neto.

Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!