Piauí decretará bloqueio total no estado se ocupação de UTIs chegar a 50%

Se a ação foi decretada, isso significará um controle mais rígido do isolamento social nos município

Uma importante decisão foi anunciada nesta segunda-feira (11) pelo governador do Piauí, Wellington Dias. Se o número de leitos clínicos para pacientes com o novo coronavírus ultrapassar os 50% de ocupação, ele decretará um bloqueio total no estado, medida chamada de lockdown, em inglês.

Se a ação foi decretada, isso significará um controle mais rígido do isolamento social nos municípios piauienses. A medida foi definida pelo governador e pelo Comitê de Gestão Estratégica da Covid-19 após pesquisas feitas no estado, que apontam que o número real de infectados pela doença no Piauí é de mais de 17 mil pessoas, enquanto o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde do Piauí (Sesapi) aponta pouco mais de 1.440 casos positivos.

Atualmente, 46,7% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) estão ocupados por pacientes com Covid-19. Esses leitos são ocupados por pacientes em estado grave por conta da doença.

“Anúncio importante do comitê. Aprovamos que se no Piauí o número de leitos disponíveis tiver uma ocupação acima de 50%, vamos tratar do lockdown em alguns lugares que estiverem passando por essa situação. Medida mais duras para garantir o isolamento. Sigo a ciência, não vou esperar o colapso (para tomar uma decisão)”, explicou o governador.

O governador ainda informou que o lockdown irá levar em conta uma análise de cada município.

"Vamos analisar caso a caso, município a município. Em município mais grave, vamos ter uma decisão mais dura. Onde entra em colapso, não tem jeito, morre mais gente", declarou Wellington Dias.

Isolamento social

Outro fator a ser considerado pela medida é o índice de isolamento social. Inicialmente, o estado possuía um bom índice de pessoas que estavam se mantendo em suas residências. No começo de março, entre todos os estados brasileiros, o Piauí ocupava o primeiro lugar em isolamento social, com 61,70%, porém, esse índice agora está próximo de 45%. A taxa indicada como satisfatória pelas organizações de saúde é de 73%.

“Agora tivemos uma queda para próximo de 45%, queda grande, o que significa mais 300 mil pessoas que estariam descumprimento. Quanto mais pessoas em uma situação de saída desorganizada, maior a contaminação. Quantas mais pessoas contaminadas irão demandar vagas hospitalares. E temos um limite, limite de profissionais e limite de UTIs. Preciso da colaboração do povo”, comentou o governador do Piauí.

No estado, 12 municípios possuem pontos que ssão considerados como críticos: Floriano, Picos, São Raimundo Nonato, Amarante, Teresina, Parnaíba e Água Branca.

“Na capital, há um crescimento muito significativo, alguns hospitais privados, lotados. É uma corrida contra o tempo”, comentou o governador.

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar que o novo coronavírus contamine um grande número de pessoas ao mesmo tempo, decretos estaduais e municipais determinam que as pessoas se mantenham em isolamento social, além da adoção de medidas emergenciais.

Nas fronteiras do estado, policiais realizam abordagens a ônibus e até mesmo veículos particulares. Instituições de ensino e a maior parte do comércio permanecem sem funcionar, assim como os serviços públicos. Os decretos preveem que o descumprimento das medidas pode resultar em multa ou até mesmo em prisão.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!