Pesquisadores do Maranhão são colocados em quarentena após chegarem em Picos

Decreto no Piauí determina que pessoas vindas de outros estados precisam ficar em isolamento.

Nesta quinta-feira (14), um grupo de pesquisadores foi colocado em quarentena ao chegarem no município de Picos (PI). Os profissionais, que vieram do Maranhão, foram levados para um hotel, onde ficarão em isolamento social nos próximos dias.

De acordo com a Vigilância Sanitária de Picos, os pesquisadores foram até o município após serem contratados pela IBOPE Inteligência, para fazer um mapeamento do vírus em alguns municípios do país.

Por virem de outro estado, o Governo do Piauí exige que eles sejam mantidos em quarentena por, no mínimo, sete dias, para evitar que contaminem os piauienses, caso estejam infectados com o novo coronavírus. Segundo o IBOPE, além de Picos, outras 132 cidades receberiam a pesquisa nesta quinta e sexta-feira (15).

Lúcia Neiva, coordenadora da Vigilância Sanitária do município, explicou que, nos próximos dias, os profissionais irão realizar testes da Covid-19.

“Eles vieram em um ônibus que trouxe pesquisadores para realização de testes para fazer uma amostragem de infectados pelo coronavírus em Picos. A coordenação de Vigilância Epidemiológica vai realizar os testes nos pesquisadores. Se der negativo, a Sesapi liberando, nós liberamos também”, relatou Lúcia Neiva.

Segundo a coordenadora, o objetivo da pesquisa é entender melhor a situação do novo coronavírus, em diferentes municípios brasileiros. “Eles passaram por uma capacitação, e o IBOPE conseguiu a autorização para que o grupo pudesse fazer a pesquisa em alguns bairros”, explicou.

O Maranhão, estado vizinho ao Piauí, é o terceiro estado brasileiro em número de casos confirmados. Até o momento, são pelo menos 9.801 infectados e 470 mortes por causa da doença.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!