Aumenta o número de beneficiários da Tarifa Social no Piauí

Tarifa Social de Energia Elétrica concede descontos de 65% no valor da conta de energia elétrica.

Desde a ampliação da parceria entre a Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (SASC) e a Equatorial Piauí mais de 20 mil famílias foram cadastradas no benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica. A campanha de cadastramento dos novos beneficiários está sendo executada por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de cada município, que realizam uma busca ativa das famílias que têm direito ao benefício.

A Tarifa Social de Energia Elétrica concede descontos de 65% no valor da conta de energia elétrica. Entre os meses de abril e junho, em função da Medida Provisória 950/2020, esse desconto foi de 100%, gerando uma economia de R$ 24 milhões mensais para as famílias cadastradas.

O secretário da SASC, Zé Santana, avalia os resultados da campanha de cadastramento: “Desde que firmamos a parceria entre a SASC e a Equatorial Piauí, em julho de 2019, cerca de 150 mil famílias foram incluídas nesse programa, desse número, 20 mil apenas nos nos últimos dois meses. Um resultado significativo e de extrema importância para as famílias piauienses”.

O gerente de Programas de Transferência de Renda e Benefícios Socioassistenciais da SASC, Roberto Oliveira, ressalta a importância da parceria entre SASC e Equatorial para a ampliação no número de benefícios. “A SASC contribuiu para o aumento do número de beneficiários com o cruzamento de dados do Cadastro Único e da Equatorial Piauí, informando quais famílias piauienses tinham o perfil para ter acesso ao desconto na tarifa de energia. Atualmente, o sistema Sasc Integração registra uma média de mil atendimentos diários e chegamos ao patamar de 440 mil famílias beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica, o maior número já registrado em nosso estado”, comemora.

A gerente comercial da Equatorial Piauí, Juliana Duarte, lembra que, apesar do aumento no número de cadastros, muitas famílias piauienses ainda podem ser beneficiadas. “Durante o período da pandemia, novas famílias passaram a ser beneficiadas com a Tarifa Social, mas no Piauí temos ainda muitos clientes que atendem os critérios e podem ter o benefício. É importante que eles se cadastrem para obter o desconto e assim economizar ao final do mês. Mas, ressaltamos que é essencial que esse cliente mantenha o consumo consciente, pois o desconto é gradual e vai até 220 kWh”, afirma.

O secretário Zé Santana ainda ressalta a facilidade de realizar o cadastro na Tarifa Social. “Solicitar o benefício é muito simples, basta informar o CPF, NIS e o código único da conta de energia. Entendemos que esta ação democratiza ainda mais o benefício, que, de acordo com os dados da Equatorial, no Piauí já tem um dos melhores desempenhos no cadastramento de famílias”, diz.

Confira os requisitos para ter acesso ao benefício:

- Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadastro Único, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional; OU estar recebendo o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC, nos termos dos arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993; OU estar inscrito no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos que tenha residente portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica;

- Estar classificado como as classes Residencial ou Rural na subclasse Residencial.

Obs.: Podem ser clientes residenciais de baixa renda pessoas que moram em imóveis localizados em áreas urbanas, rurais, indígenas ou quilombolas.

Saiba como se cadastrar:

- O consumidor que não possui o NIS ou ele está desatualizado, pode utilizar o site da Secretaria da Assistência Social e Cidadania – SASC, www.sasc.pi.gov.br e procurar a plataforma . A regularização do NIS ou a obtenção acontecem também nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), que durante o período de pandemia da COVID-19, em muitos municípios, seguem trabalhando com agendamento.

- Os consumidores que atendem os requisitos devem realizar inscrição na Equatorial Piauí por meio da agência virtual, no site www.equatorialpiaui.com.br; da assistente virtual Clara, no WhatsApp (86) 3228-8200; da Central 0800 086 0800 ou ainda pelo e-mail [email protected]

- As famílias precisam estar atentas no cadastro da Tarifa Social, além do NIS válido e renda familiar mensal per capita. Quem já está cadastrado, não precisa fazer novo cadastro, deve manter o NIS atualizado mesmo após o cadastro; e só pode ter o benefício por meio da distribuidora as residências localizadas no estado.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!