Suspeito de feminicídio tentou matar filha de quatro anos após esfaquear mulher

Menina presenciou mãe ser morta com golpes de faca na região do pescoço.

O homem suspeito de matar a companheira Miriam Silva de Santana com golpes de faca também tentou matar a filha, de apenas quatro anos. As informações são do G1.com.

Segundo a delegada Bruna Fontenele, do Departamento de Proteção à Mulher, a Polícia Militar de Bom Jesus chegou ao local do crime no momento em que o suspeito estava sufocando a criança, que presenciou o assassinato da mãe.

“Segundo informações, ele tentou matar a menina por asfixia. Mas, os policiais arrombaram a porta da casa e o prenderam em flagrante”, explicou a delegada.

Na manhã desta quarta-feira (09), a mãe de Miriam foi até a delegacia e prestou depoimento. Ela contou que, ao chegar na casa da filha, a encontrou toda ensanguentada e acionou a Polícia Militar.

O caso será investigado pela delegada Rejane Carvalho. Apesar do suspeito ter sido preso, ainda não se sabe o que motivou o crime. A faca utilizada no assassinato foi apreendida pela polícia.

O homem foi autuado por feminicídio, tentativa de feminicídio e resistência.

Além da menina, a vítima possui um filho, cuja idade não foi divulgada, que conseguiu fugir do local do crime e correr para a casa de um vizinho.

Manifestação

Na noite desta quarta-feira (09), familiares e amigos da vítima fizeram um protesto na frente da Delegacia Regional de Polícia Civil de Bom Jesus (PI).

Com cartazes, os manifestantes, em sua maioria mulheres, pediram para que as pessoas parem de matá-las.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!