Sejus distribuirá quase 6 mil livros para penitenciárias do Piauí

Os livros irão contribuir com a educação prisional do Piauí.
Foto: Governo do Piauílivros

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) recebeu, na última quinta-feira (11), 5.880 obras da literatura brasileira doadas pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Os livros irão contribuir com a educação prisional do Piauí.

Segundo a coordenadora de Ensino Prisional da Sejus, Jussyara Valente, as obras são divididas em 12 títulos da literatura brasileira como: “O Cortiço” de Aluísio de Azevedo, “Dom Casmurro” de Machado de Assis e a “Hora da Estrela” de Clarisse Lispector. Os livros serão distribuídos entre as 17 unidades penais de todo o Estado e irão contribuir com o Projeto Leitura Livre.

“São 5.880 obras literárias que vão atender todo o sistema prisional do Estado do Piauí. Os livros vão garantir mais ciclos para o projeto de remição, através da leitura e, também, proporcionar para a pessoa privada de liberdade o acesso à educação. É uma ação muito positiva, porque o Depen acredita na educação e nós também acreditamos que é um exercício para despertar o interesse pela busca do conhecimento”, finalizou.

Projeto Leitura Livre

Através do acesso à leitura, a Sejus tem mudado a realidade de muitos reeducandos nas unidades penais do Piauí. O Projeto Leitura Livre tem objetivo de promover a educação, o conhecimento e a cultura para as pessoas privadas de liberdade. Através da equipe de psicologia e serviço social das unidades penais, são distribuídas obras literárias brasileiras aos internos. Após a leitura, o reeducando produz um resumo que é avaliado por uma equipe de professores e recebe remição de pena.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!