Secretário pede que igrejas ajudem a conscientizar pessoas sobre a Covid-19

Em reunião, líderes religiosos e prefeitura conversaram sobre situação da pandemia na cidade.

Nesta quarta-feira (17), a Secretaria de Saúde de Floriano reuniu líderes de igrejas evangélicas e católicas do município para apresentar os dados do painel epidemiológico referente à pandemia do novo coronavírus. Participaram do encontro, o Secretário de Saúde, James Rodrigues e Secretária de Finanças, Josélia Rodrigues, além das diretorias de Epidemiologia, Vigilância Sanitária e Centro de Referência Gripal. Representando o prefeito Joel Rodrigues, esteve presente o vice-prefeito, Antônio Reis. 

O objetivo principal da reunião foi apresentar a situação real do município, o avanço da doença entre jovens adultos de 21 a 40 anos e o grau de internações que pode sugerir que a nova variante do vírus esteja circulando no município há pelo menos dois meses.

“Mais uma vez, precisamos da ajuda de todo afim de evitar uma situação catastrófica no sistema de saúde do município. Por isso, pedimos aqui que levem essa mensagem de conscientização para os demais membros das igrejas”, disse James Rodrigues. 

O mês de março já contabilizou até o dia 16 de março 405 novos casos em Floriano. A média móvel no número de casos nos últimos 14 dias ficou em 25. Já nos últimos sete dias está em 23. A taxa de internação no mês de fevereiro ficou praticamente igual ao mês de agosto quando houve o pico de casos em Floriano. Na média, no mês de agosto, pelo menos 10 pessoas tiveram de ser internadas em leitos clínicos. Já em leitos de UTI, por dia, haviam 4,5 florianenses acamados. Em fevereiro de 2021, esse número não mudou muito, pois uma média diária de 10,2 florianenses foram internados em leitos clínicos e 5,4 em leitos de UTI.

Outro pontos discutidos para entender a pandemia no contexto municipal foram: a lotação nos leitos e aumento de novos casos. Com a publicação do novo decreto estadual que estabelece medidas mais rígidas e adota o lokcdown ainda mais restritivo, igrejas e templos religiosos de todos os credos estão proibidos de abrir ao público de quinta-feira (18) até domingo (21). Todos os líderes se comprometeram a cumprir o decreto e o entendimento foi unânime.  

Decreto estadual

O Governo do Estado publicou, neste domingo (14), no Diário Oficial do Estado, o decreto de nº 19.529 com novas medidas a serem adotadas a partir desta segunda-feira (15) até o dia 21 de março, em todo o Piauí, como estratégia para o enfrentamento à expansão da Covid-19 no estado. Na quinta-feira (17), a partir das 21h, até as 24h de domingo (21), ficarão suspensas todas as atividades econômico-sociais, com exceção das seguintes atividades consideradas essenciais:

– mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios; 

– farmácias, drogarias, produtos sanitários e de limpeza; 

– oficinas mecânicas e borracharias;

 – lojas de conveniência e lojas de produtos alimentícios situadas em rodovias estaduais e federais, exclusivamente para atendimento de pessoas em trânsito; 

– postos revendedores de combustíveis e distribuidoras de gás;

 – hotéis, com atendimento exclusivo dos hóspedes;

 – distribuidoras e transportadoras;

 – serviços de segurança pública e vigilância;

 – serviços de alimentação preparada e bebidas exclusivamente para sistema de delivery ou drive-thru;

 – serviços de telecomunicação, processamento de dados, call center e imprensa;

 – serviços de saúde, respeitadas as normas expedidas pela Secretaria de Saúde do Estado do Piauí;

 – serviços de saneamento básico, transporte de passageiros, energia elétrica e funerários;

 – agricultura, pecuária, extrativismo e indústria; 

– bancos e lotéricas.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!