Salário mínimo em 2021 será de R$ 1.100,00

Valor está acima dos R$ 1.088 previstos na proposta de alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Foi publicada, na manhã desta quinta-feira (31), a Medida Provisória (MP) que define o salário mínimo para 2021. Em publicação no Diário Oficial da União, o Governo Federal anunciou que o valor do salário mínimo passará para R$ 1.100, passando a valer a partir de amanhã, 1º de janeiro.

No ano de 2020, o valor do salário mínimo era de R$ 1.045. Para o reajuste, o governo usou uma previsão de alta de 5,22% para o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). 

Apesar de entrar em vigor amanhã, para se tornar lei, é necessária a aprovação do Congresso Nacional. O valor, que está acima dos R$ 1.088 previstos pelo governo na proposta de alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), precisará ser confirmado pelo Congresso.

Impacto do reajuste

Devido ao reajuste do salário mínimo, as contas públicas sofrerão impacto, pois os gatos do Governo Federal irão aumentar. Isso ocorre porque os benefícios da previdência social não podem ter valor inferior ao do salário mínimo. Segundo Waldery Rodrigues, secretário da Fazenda do Ministério da Economia, a cada R$ 1 de aumento no salário mínimo, a despesa dos cofres públicos aumenta em R$ 351,1 milhões.

Apesar do aumento acima do previsto, que resultará em uma despesa extra de cerca de R$ 4 bilhões em 2021, o secretário de Política Econômica, Adolfo Sashcida, explicou ao G1 que o valor não caiusa preocupação, por estar dentro do teto de gastos. “Estamos bem embasados nisso, no respeito ao teto. Todas as regras fiscais serão respeitadas”, disse.

Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!