Prefeitura de Picos inicia campanha Janeiro Branco

Durante todo o mês, temas envolvendo a saúde mental são debatidos durante o Janeiro Branco.

O primeiro mês do ano é marcado pela campanha Janeiro Branco, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade promovendo um diálogo voltado para questões e necessidades relacionadas à saúde mental e emocional das pessoas.

Com o intuito de oferecer uma melhor qualidade de vida para pessoas que sofrem de transtornos mentais, a Secretaria de Saúde da cidade de Picos (PI), através da Coordenadoria da Saúde Mental, disponibiliza vários serviços de atenção psicossocial no município.

As portas de entrada dos serviços oferecidos para cuidar da Saúde Mental são os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). 

“A busca pelos tratamentos especializados é de suma importância, pois a remissão dos sintomas, ajuda a minimizar o seu sofrimento, promovendo uma maior e melhor qualidade de vida.”, destacou a Coordenadora da Saúde Mental, Eveline Luz.

Quais os serviços que a saúde mental disponibiliza?

A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Picos tem como finalidade a ampliação e articulação de pontos de rateação a saúde para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Picos é contemplado com dois serviços especializados em saúde mental: Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) e Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD II),

Que atendimentos oferecem?

Os CAPS, nas suas diferentes modalidades, são pontos de atenção estratégicos da RAPS: serviços de saúde de caráter aberto e comunitário, constituídos por equipe multiprofissional, que atua sob ótica interdisciplinar e realiza prioritariamente atendimento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental. Entre elas estão inclusas aquelas necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, em sua área territorial, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial e são substitutivos ao modelo asilar. Oferta serviços como: Acolhimento, acolhimento diurno, atendimento individual, atenção as situações de crise, atendimento em grupo, práticas corporais, práticas expressivas e comunicativas, atendimento para a família, atendimento domiciliar, ações de reabilitação psicossocial, fortalecimento do protagonismo de usuários e de familiares, articulação de redes intra e intersetoriais, matriciamento de equipes dos pontos de atenção da atenção básica, urgência e emergência, e dos serviços hospitalares de referência, ações de redução de danos e matriciamento na atenção básica.

Como faz para ser atendido?

Atende demanda espontânea, demanda encaminhada por equipe da atenção básica acompanhado por familiar, regido dos documentos pessoais. Cópia (RG, CPF, cartão do SuS, comprovante de residência atualizado).

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!