Prefeito Joel Rodrigues prorroga isolamento social até 30 de abril

Comércio voltará ao normal no dia 2 de maio, se município continuar sem casos de Covid-19

Nesta segunda-feira (13), o prefeito de Floriano (PI), Joel Rodrigues, anunciou durante uma coletiva de imprensa a criação de um novo decreto municipal, que ampliará o isolamento social no município até o dia 30 de abril. Além disso, uma parceria entre Prefeitura Municipal, Hospital Regional Tibério Nunes, Hospital João Paulo e Clinocor foi firmada, visando combater o novo coronavírus.

Foto: Reprodução Portal Cidade LuzJoel Rodrigues
Joel Rodrigues

Segundo Joel Rodrigues, os números positivos da cidade, que ainda não tem casos confirmados, são resultado do isolamento social. A decisão de manter a quarentena foi tomada seguindo recomendações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde).

“Nós ainda não estamos prontos para acabar e excluir o isolamento social da nossa cidade. Depois de uma avaliação, estamos aqui para afirmar para os florianenses a necessidade de continuar em casa, de continuar em isolamento (...) Vamos estar ampliando o isolamento social até o dia 30 de abril.”

As empresas terão os próximos dias para se adaptarem e se organizarem para cumprir as novas medidas que serão exigidas para a abertura do comércio no dia 2 de maio. Porém, o prefeito destaca que a liberação da atividades comerciais só acontecerá se o município continuar sem casos confirmados de Covid-19.

O novo decreto será publicado ainda nesta segunda-feira (13). Questionado sobre a reclamação de comerciantes, que temem a falência de suas empresas, Joel Rodrigues reitera a importância de garantir, primeiramente, a saúde da população.

“É melhor desta forma do que depois alguém me acusar por ter comprometido a vida de pessoas. Você já imaginou alguém da sua casa falecer, porque nós não sabemos, não tem letreiro quem vai ser contagiado, e você não ter o direito sequer de velar o corpo? Imagina a loucura que está acontecendo em outras cidades, em outros países, e se isso acontecer na nossa cidade, a responsabilidade ser daquele que acabou com o isolamento social, enquanto os técnicos de saúde orientam o contrário”, afirmou Joel Rodrigues.

Além do prefeito, o diretor clínico do Hospital Regional Tibério Nunes, Justino Moreira, comentou sobre o isolamento social. Ele afirma que é importante que as pessoas se mantenham em casa, para que o atendimento aos pacientes não fique sobrecarregado.

“O isolamento social tem sido adotado no mundo inteiro, como uma solução dura, mas uma medida eficaz. A gente entende que o aumento muito rápido de caso causou colapso no sistema de saúde do mundo inteiro, e não seria diferente aqui, num local do sul do Piauí que existe um vazio assistencial enorme, e que toda a região composta por municípios com cerca de 500 mil habitantes, iriam nos procurar ao mesmo tempo. Nós não conseguiríamos suportar essa carga enorme de doentes”, declarou o diretor clínico.

No Piauí, a manutenção do isolamento social possibilitou que o Lacen, laboratório responsável pelas testagens, pudesse se organizar e trabalhar de forma que, atualmente, os resultados estão sendo liberados em cerca de 48h.

Durante a coletiva, o secretário de Saúde, James Rodrigues, também falou sobre o isolamento. Ele comenta que, em Floriano, o primeiro decreto com medidas de isolamento foi criado no dia 16 de março. Em seguida, no dia 20, ele foi ampliado.

“Esse período de isolamento foi e continua sendo importante para conhecermos com quem nós estamos lidando, que nós estamos enfrentando e que medidas precisamos tomar para esse enfrentamento.”
Outro ponto citado pelo secretário foi a dificuldade para adquirir medicamentos para os pacientes do novo coronavírus. Ele cita que a prefeitura já destinou recursos para a compra dos remédios, mas que está difícil encontra-los no mercado.

Comentando sobre a não existência de casos confirmados na cidade, o prefeito afirma que a informação pode não ser precisa, visto a falta de testes que existe não somente em Floriano, mas em todos os estados e municípios. O gestor informou que novos testes estão chegando agora para o município, e ainda assim, o resultado deles não é 100%. Porém, ele destaca que, com essas novas testagens, será possível ter uma maior certeza de que não existem pessoas com a nova doença em Floriano.

Além disso, o decreto ainda trará novas medidas e recomendações para agências bancárias, lotéricas e supermercados, visto que a aglomeração de pessoas nestes locais continuam acontecendo.

Veja o decreto na íntegra clicando aqui.

Parceria entre unidades de saúde e prefeitura

Durante a entrevista coletiva, também foi anunciada uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Floriano, o Hospital Regional Tibério Nunes, o Hospital João Paulo e a Clinicor. O objetivo é possibilitar a ampliação de leitos para atender pacientes com Covid-19 no município.

Atualmente, o Hospital Regional Tibério Nunes possui 15 leitos clínicos para atender esses pacientes, e estão trabalhando a possibilidade de aumentar 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Com o apoio da prefeitura e das demais instituições, o objetivo é que o município chegue a 50 leitos, exclusivos para atender casos do novo coronavírus.

Justino Moreira ainda informou que, no momento, o Hospital Tibério Nunes conta com 15 profissionais para atender de forma exclusiva os pacientes do Covid-19. Além disso, a unidade de saúde possui alguns testes e também medicamento específico para atender essas pessoas.

Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!