Prazo de inscrição para o Fies será adiado após instabilidade no sistema

Cronograma foi suspenso pelo Ministério da Educação. Novas datas ainda não foram definidas.

O Ministério da Educação (MEC) informou que suspendeu o cronograma de inscrições para o Fies (Financiamento Estudantil) após instabilidades no sistema. Um novo prazo para que os interessados se cadastrem será definido em breve. Os inscritos seriam para preencher 50 mil vagas remanescentes.

A informação da suspensão foi publicada no site do programa. O MEC esclareceu que a decisão foi tomada “devido à alta procura”, ocasionando “sobrecarga e instabilidade do sistema”. A pasta ainda informou que, quem conseguiu realizar a inscrição, não será prejudicado.

O novo prazo para realizar as inscrições ainda será definido e divulgado em edital. Segundo o antigo cronograma, as inscrições começaram na terça-feira (06) e terminaria na próxima semana para os alunos não matriculados, e em 13 de novembro para quem já cursa o ensino superior.

As vagas ofertadas na nova seleção, chamadas de remanescentes, são as que “sobraram” ao longo do processo seletivo, seja por desistência de candidatos ou por entrega incompleta da documentação.

Nos últimos cinco anos, o número de beneficiados com o Fies diminuiu 88%. Em 2014, 731 mil contratos foram fechados, enquanto em 2019 esse número foi de apenas 85 mil.

Quem pode concorrer?

Quando o processo for retomado, podem se inscrever os candidatos que:

- Tenham feito o Enem a partir da edição de 2010

- Tenham obtido média das notas igual ou maior que 450 pontos

- Não tenham zerado na redação

- Tenham renda familiar bruta mensal per capita de até 3 salários mínimos

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!