Piauí receberá mais de 60 mil doses da CoronaVac nesta segunda-feira

Imunizante foi aprovado para uso emergencial pela Anvisa neste domingo.

Nesta segunda-feira (18), o Ministério da Saúde começa a distribuição de 6 milhões de doses da CoronaVac para os estados brasileiros. A partir das 17h, os estados já terão condições de iniciar a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Os primeiros aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) com as vacinas terão como destino os estados do Piauí, Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

Neste primeiro momento, o Piauí receberá 61.160 doses da CoronaVac. Para agilizar o início da imunização, na última sexta-feira (15), o Governo do Piauí já começou a distribuição de insumos que serão utilizadas na campanha de vacinação, como seringas e agulhas.

Segundo o governador Wellington Dias, existe a possibilidade da vacinação em território piauiense começar na próxima quarta-feira (20).

Foto: Flavio Corvello/Estadão ConteúdoCoronavac
CoronaVac foi aprovada em caráter emergencial pela Anvisa e possui 50,4% de eficácia.

Aprovação da CoronaVac

A aprovação do uso da CoronaVac em caráter emergencial aconteceu neste domingo (17). Além da vacina produzida no Instituto Butantan, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) também aprovou o uso da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford.

De acordo com o estatístico da Anvisa, Leonardo Filho, a eficácia da CoronaVac é de 50,4%, enquanto da vacina de Oxford é de 70,42%.

Apesar da boa notícia com a liberação das vacinas, o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou que as pessoas, mesmo vacinadas, precisam manter o distanciamento social e seguir os protocolos de higiene.

"A imunidade com a vacinação leva algum tempo para se estabelecer. Portanto, mesmo vacinado, use máscara, mantenha o distanciamento social e higienize suas mãos. Essas vacinas estão certificadas pela Anvisa, foram analisadas por nós brasileiros por um tempo, o melhor e menor tempo possível. Confie na Anvisa, confie nas vacinas que a Anvisa certificar e quando ela estiver ao seu alcance vá e se vacine."

Logo após o término da reunião na Anvisa, que durou aproximadamente cinco horas, com a notícia da aprovação da CoronaVac, o Estado de São Paulo realizou a aplicação da primeira dose da vacina. A primeira pessoa a receber o imunizante foi a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos.

Depois de ser vacinada, ela fez um apelo e pediu que a população não recuse a vacina.

"Estou na pandemia desde o início, há 10 meses. Trabalhando incansavelmente, em dois hospitais. Falo com segurança e com propriedade: não tenham medo. É a grande chance que a gente tem de salvar mais vidas. Vamos nos vacinar", disse Mônica.

Foto: Amanda Perobelli/ReutersPrimeira dose da Coronavac é aplicada em enfermeira paulista.
Primeira dose da Coronavac é aplicada em enfermeira paulista.
Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!