Piauí Fomento oferecerá R$ 100 milhões em crédito para empresas e empreendedores

Dos 100 milhões serão disponibilizados R$ 50 milhões este ano e R$ 50 milhões em 2022.

O Governo do Estado, por meio da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Piauí (Piauí Fomento), vai liberar este ano 50 milhões de reais em crédito para empresas e empreendedores informais. A ação faz parte do pacote de medidas que foram anunciadas pelo governador Wellington Dias para reduzir os efeitos negativos da pandemia na economia.

Serão disponibilizados, ao todo, pela Piauí Fomento, R$ 100 milhões, sendo R$ 50 milhões este ano e R$ 50 milhões em 2022.

A decisão de incluir os empreendedores informais, como vendedores ambulantes, salões de beleza, pequenas mercearias, se dá porque esse grupo é o mais afetado pelas medidas de restrição de circulação, visto que precisam de contato com pessoas para faturar.

A Piauí Fomento já está apta a analisar os pedidos de empréstimos e libera o dinheiro em 15 dias, em média, porque tem menos burocracia do que as instituições bancárias, que demoram em média 60 dias para aprovar a operação de crédito ao cliente.

Como o objetivo de contribuir para o crescimento das empresas e desenvolver a economia do estado, a Piauí Fomento não precisa de tantas garantias que os bancos fazem para conceder crédito. “Pedimos apenas uma documentação básica e isso agiliza muito. Inclusive, liberamos crédito também para empreendedores informais, que são recusados pelos bancos”, afirma o diretor-presidente da agência, Luiz Carlos Éverton de Farias.

No caso dos informais, a Piauí Fomento facilita o crédito, pois exige apenas que os empreendedores façam um grupo de quatro pessoas para criarem o fiador solidário. “Como geralmente os informais não têm garantia, então junta-se um grupo de pessoas e todos são solidários entre si”, explica Luiz Carlos. Nesses casos, a agência libera até R$ 5 mil, com carência de três meses e parcelamento em 18 vezes.

As taxas da Piauí Fomento estão entre as mais baixas do mercado, com carências de até 12 meses, parcelas de até 60 vezes e juros a partir de 1,5% ao mês. “O nosso intuito é apoiar o pequeno empresário, que é o maior gerador de emprego não só no Piauí, mas no Brasil”, justifica Éverton.

Em 2020, mais de 700 empreendedores foram beneficiados com R$ 20 milhões da Piauí Fomento, com recursos do Tesouro Estadual e do Fundo Geral de Turismo (Fungertur), do Ministério do Turismo.

Para este ano, a agência pretende dobrar a meta de 2020, alcançando 1.500 empreendedores formais e informais e profissionais liberais. A finalidade é financiar capital fixo, capital de giro e investimento.

Mais informações sobre limites das operações, garantias e outras condições podem ser obtidas pelo telefone da Piauí Fomento: (86) 3216-6277. A agência funciona de segunda à sexta, de 9h às 12h, na Rua Elizeu Martins, 1240, Centro de Teresina. O site é www.fomento.pi.gov.br.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!