Pesquisa aponta que maioria das pessoas gasta auxílio emergencial com comida

Dados mostram que 53% dos beneficiários usa dinheiro para comprar alimentos.

No final da noite desta quinta-feira (13), o jornal “Folha de S. Paulo” divulgou uma pesquisa, realizada pelo Datafolha, que aponta que a maioria das pessoas usa o auxílio emergencial de R$ 600 para comprar alimentos. A pesquisa foi realizada nos dias 11 e 12 de agosto, com 2.065 brasileiros adultos que possuem telefone celular, em todas as regiões e estados do Brasil. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

Veja com que os beneficiários tem gasto o valor do auxílio emergencial:

- Compra de alimentos: 53%
- Pagamento de contas: 25%
- Pagamento de despesas da casa: 16%
- Outras despesas: 4%
- Compra de remédio/máscara/álcool em gel: 1%

O instituto perguntou ao entrevistado se o auxílio emergencial é sua única fonte de renda.

- Sim: 44%
- Não/há outras fontes de renda: 56%

Uso do auxílio com comida, por grupos

- Nordestinos: 65%
- Mais pobres: 61%
- Pessoas com menos instrução: 59%

Renda familiar mensal, segundo pedido ou não de auxílio

Até 2 salários mínimos

- Sim: 54%
- Não: 46%

Mais de 2 até 5 salários mínimos

- Sim: 31%
- Não: 69%

Mais de 5 até 10 salários mínimos

- Sim: 11%
- Não: 89%

Mais de 10 salários mínimos

- Sim: 4%
- Não: 96%

Escolaridade, segundo pedido ou não de auxílio

Fundamental

- Sim: 44%
- Não: 56%

Médio

- Sim: 46%
- Não: 54%

Superior

- Sim: 22%
- Não: 78%

Região, segundo pedido ou não de auxílio

Sudeste

- Sim: 36%
- Não: 54%

Sul

- Sim: 34%
- Não: 66%

Nordeste

- Sim: 45%
- Não: 55%

Centro-Oeste/Norte

- Sim: 50%
- Não: 50%

Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!