Ministério Público faz vistoria no Hospital Regional Justino Luz

Objetivo era vistoriar as ações implementadas no enfrentamento à Covid-19.

O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) realizou, na última segunda-feira (29), por meio de vídeo chamada, uma visita ao Hospital Regional Justino Luz (HRJL), em Picos, para vistoriar as ações implementadas no enfrentamento à Covid-19.

Essa supervisão do MP-PI foi feita por meio do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde (Caods) e do Grupo Regional de Promotorias de Justiça Integradas no acompanhamento à Covid-19 de Picos (GR-PI). A estratégia das vistorias é reforçar o acompanhamento aos hospitais no Piauí, visando melhorias nas condições de atendimento das unidades de saúde à sociedade.

Participaram da reunião, a diretora-geral do Hospital Justino Luz, Samara Sá; a diretora administrativa, Milena Danda; o diretor-técnico, Tércio Luz; representantes da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), órgão que administra o hospital; a coordenadora do Caods, Cláudia Seabra; os integrantes do GR-PI, representados pelas promotoras de justiça Micheline Serejo, Itanieli Rotondo Sá e demais integrantes do grupo.

Para a coordenadora do Caods, Cláudia Seabra, são visíveis as melhorias no Hospital Justino Luz. Ela ressalta a assistência prestada pela gestão do hospital à população. “A visível melhoria da estrutura física e de equipamentos no Hospital Regional Justino Luz é uma demonstração concreta da importância do entendimento e do respeito às atribuições dos gestores da saúde e dos promotores de justiça. Ganha a sociedade da macrorregião de Picos”, avalia.

Por vídeo chamada, a direção do Justino Luz apresentou os setores do hospital que receberam melhorias na estrutura para atendimento de pacientes com Covid-19. “Conhecemos os espaços onde foram implantados os novos leitos clínicos e de UTIs para atendimento dos pacientes com Covid-19 e a nova ala, implementada após término de obra que contou com a ação efetiva do MP-PI”, comentou a promotora de justiça Itanieli Rotondo Sá.

O governador Wellington Dias evidencia os resultados positivos avaliados pelo MP-PI. “Graças a Deus e competência das equipes do hospital que, com boa gestão e apoio presente da Fundação Hospitalar e da Secretaria de Estado da Saúde, colhemos bons resultados para uma região que atende acerca de 600 mil pessoas”, frisa.

Fundação Hospitalar reforçou estrutura do Hospital para enfrentar a pandemia

Referência no enfrentamento ao novo coronavírus no interior do estado, atendendo mais de 600 mil habitantes de 42 municípios da macrorregião, que inclui o Vale do Guaribas, Sambito e Canindé, o hospital apresenta ótimos índices de recuperação dos pacientes com Covid-19 e para isso, recebeu reforço na estrutura física e capacitação das equipes, além de novos fluxos de atendimentos.

O presidente da Fepiserh, Pablo Santos, explica que, nos últimos 3 anos o órgão vem implementando ações de melhorias como a entrega dos prontos-socorros 1 e 2, reforma do parque tecnológico, incluindo o setor de diagnóstico com tomografia computadorizada, ultrassonografia e raio-x digital, contemplando os atendimentos de radiologia.

O gestor também ressalta a reforma que está sendo realizada no centro cirúrgico, assim como a entrega das alas da obstetrícia e pediatria (Ala B), totalmente reformadas.

Santos destaca também a abertura dos novos leitos de UTI exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19. “Nossa região teve um avanço muito significativo em terapia intensiva com a implantação de dez leitos de UTI para atendimento a pacientes com Covid no início da pandemia, e mais dez leitos posteriormente, que somados aos 10 para as demais patologias, somam 30 unidades de terapia intensiva na casa, triplicando a capacidade de acolhimento do hospital”, explica Pablo.

Além das unidades de terapia intensiva, o Hospital Justino Luz também disponibilizou 35 leitos clínicos exclusivos para área Covid. A capacitação das equipes, novos fluxos de atendimento e investimento em proteção, com entrega de equipamentos de proteção individual (EPIs) também foram medidas ampliadas para resguardar a saúde dos profissionais e oferecer mais segurança aos colaboradores e pacientes.

Ambulatório Covid

Em parceria com a Prefeitura Municipal de Picos, reabriu o Centro Integrado em Especialidades Médicas (CIEM), que foi totalmente reestruturado para funcionar como “ambulatório Covid”, se tornando a porta de entrada para pacientes com síndromes gripais, realizando a triagem para encaminhamento, se necessário, ao Regional.

O CIEM de Picos funciona 24 horas por dia, com dois médicos plantonistas e equipe de enfermagem para realização de testes rápidos, administração de medicamentos e observação de pacientes. O Centro também dispõe de uma ambulância que ajuda na transferência de pessoas com sintomas graves para o Justino Luz.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!