Maioria das vítimas fatais da Covid-19 no Piauí possuía cardiopatias

De 60 óbitos por coronavírus no Piauí, 47,89% tinham cardiopatia, incluindo hipertensão.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), divulgou, na noite da última quinta-feira (14), a frequência de comorbidades predominantes nas vítimas fatais de Covid-19 no Piauí. De 60 óbitos por coronavírus no Piauí, 47,89% tinham cardiopatia, incluindo hipertensão; 28,17% tinham diabetes.

De acordo com o estudo, pessoas sem comorbidades e que mesmo assim foram vítimas da doença somam 8,45%; um total de 5,63% sofriam de pneumopatia; 2,82% tinham doença neurológica crônica ou neuromuscular; 2,82% eram imunodepressivos; 2,82% sofriam de alguma neoplasia e 1,41% eram obesos.

Segundo este boletim da Sesapi, foram registrados no Piauí 60 óbitos por causa da Covid-19 e cerca de 1.905 pessoas estão infectadas, com casos confirmados em cem municípios do Estado. Do número de mortes registradas, 66,7% são do sexo masculino e 33,3% feminino. Não houve nenhum registro de óbito por Covid-19 de pessoas com doença renal, asma, doença hematológica ou hepática, que fosse puérpera ou com síndrome de Down.

Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!