Inscritos com Covid-19 poderão solicitar remarcação da prova do Enem

Para realizar remarcação, os inscritos devem acessar Página do Participante e anexarem laudo médico.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou que os candidatos ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) que estiverem com Covid-19 poderão remarcar a data da prova, que acontecerá nos dias 17 e 24 de janeiro (presencialmente) e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de forma digital.

Para realizar a remarcação, os inscritos devem acessar a Página do Participante e anexarem o laudo médico comprovando o diagnóstico da Covid-19. No documento deverá ter o nome completo do participante, o diagnóstico, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), data de atendimento, assim como a assinatura e identificação do profissional competente, com o respectivo registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) ou órgão competente.

Caso o participante seja diagnosticado com o novo coronavírus no dia da aplicação do Enem, o Inep informa que o mesmo deverá ligar para a Central de Atendimento, através do telefone 0800-616161 e informar a situação. A aprovação ou reprovação da solicitação será divulgada posteriormente, na Página do Participante.

Para as solicitações que forem deferidas, o candidato poderá refazer a prova nos dias 23 e 24 de fevereiro, mesma data em que a prova será aplicada para pessoas privadas de liberdade.

Outras doenças

Assim como quem estiver com Covid-19, pessoas com outras doenças infectocontagiosas também deverão comunicar o Inep. Entre elas estão a coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, e varicela.

Cuidados na hora da prova

Para evitar a disseminação da Covid-19 no dia da prova, o Inep adotará algumas medidas sanitárias. Pessoas do grupo de risco serão colocadas em salas especiais e, as demais salas terão ocupação de somente 50%, garantindo o distanciamento social entre um candidato e outro.

Os candidatos do grupo de risco poderão solicitar atendimento especial na aplicação da prova. Eles terão a oportunidade de fazer o exame em salas com, no máximo, 12 pessoas. Os idosos não precisarão fazer a solicitação, pois serão alocados automaticamente nestas salas, devido a idade - acima de 60 anos.

Além disso, o uso da máscara será obrigatório durante toda a prova. Caso o participante se recuse a usar o item de proteção, ele poderá ser eliminado. Álcool em gel também serão disponibilizados para os participantes nos locais das provas.

Outra medida tomada pelo Inep é o número de locais de prova. Para o próximo Enem, a estimativa é de ampliar em 40% o número de salas e locais de aplicação do exame. No ano passado, foram 10 mil locais de provas, com candidatos distribuidos por 145 mil salas. No Enem 2020, serão 14 mil locais e 205 mil salas.

Ao todo, 5.783.357 pessoas estão confirmadas para a realização da prova - 13,5% a mais do que na edição anterior.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!