Grupo faz manifestação em Picos por morte de pedreiro baleado pela PRF

O ato, que começou na Avenida Getúlio Vargas, seguiu até a Praça Josino Ferreira.

Na manhã desta segunda-feira (08), familiares de Joilson Pereira e integrantes do movimento negro fizeram um protesto na cidade de Picos (PI). O pedreiro, de 39 anos, morreu na última quarta-feira (03), após ser baleado por um agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) após fugir de uma abordagem.

“A manifestação foi pela injustiça na nossa cidade, morto por um policial, de forma injusta, achamos que foi um caso de racismo, cabe ao movimento se juntar. Estamos subindo a bandeira contra racismo, contra preconceito social e todos os tipos de discriminações na nossa sociedade”, comentou ao G1 Anajara Nogueira, organizadora do protesto.

O ato, que começou na Avenida Getúlio Vargas, seguiu até a Praça Josino Ferreira e foi acompanhado pela Secretaria Municipal de Trânsito.

Foto: Reprodução/TV ClubeGrupo protestou contra ação policial que tirou a vida do pedreiro Joilson Pereira.
Grupo protestou contra ação policial que tirou a vida do pedreiro Joilson Pereira.

Durante o protesto, os manifestantes demonstraram revolta e afirmaram que a ação dos policiais foi exagerada e consideraram um ato racista. Para a família de Joilson, houve exagero por parte da PRF, visto que poderiam ter prendido o pedreiro.

"Se tivessem prendido ele, ele hoje estaria comigo. Ele estava sem capacete, estava alcoolizado, mas não tem cabimento terem atirado nele. Um bêbado não reage, se tivessem prendido, hoje ele estaria aqui comigo", comentou Raimunda, esposa do pedreiro.

Segundo um amigo de Joilson, que testemunhou a abordagem, o agente da PRF atirou contra o pedreiro na noite do dia 2. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

A PRF emitiu uma nota sobre o caso:

"A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lamenta o desfecho da ocorrência policial registrada na noite desta terça-feira (02), na BR-316, em Picos/PI, que resultou no óbito do condutor da motocicleta envolvida na ação. A Polícia Rodoviária Federal informa que as circunstâncias e procedimentos adotados na ação policial serão apuradas pelo órgão e reafirma seu zelo na proteção da vida de toda sociedade, nela incluída seus agentes. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal, em Teresina/PI."

Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!