Floriano tem uma das maiores médias de profissionais na assistência farmacêutica

Cidade tem sete profissionais na área para atender população de 60 mil habitantes.

Em Floriano, cidade com 60 mil habitantes, a assistência farmacêutica é levada à sério. Prova disso é que o município conta com sete profissionais da área para atender a população, a média é uma das maiores do Piauí e ultrapassa até município maiores que a Princesa do Sul, como Parnaíba, na região norte que conta com apenas seis farmacêuticos para uma população de 150 mil habitantes. 

Esses profissionais são responsáveis pela assistência farmacêutica desde o momento da solicitação, aquisição, acompanhamento seguro de estoques até o momento final, ou seja, a dispensação para o paciente e usuário do sistema municipal de saúde. 

“Quando você recebe seu medicamento aqui em Floriano, pode ter a certeza e garantia que ele supervisionado por um profissional farmacêutico mantendo os padrões de segurança e qualidade dos medicamentos dispensados. Isso significa mais saúde, mais qualidade de vida e claro, mais segurança ética para quem utiliza o serviço”, disse James Rodrigues, Secretário de Saúde de Floriano. 

Foto: Prefeitura de Floriano/DivulgaçãoFarmacêuticos de Floriano

Além da dispensação de medicamentos, esses profissionais estão à frente de outros órgãos fiscalização como a Diretoria de Vigilância Sanitária, coordenada pelo Dr. Jussinaldo Duarte e farmacêuticos atuando no CAPS II e CAPS AD, Centro de Testagem e Aconselhamento de Floriano (CTA), além da Assistência Farmacêutica, estocagem e solicitação de medicamentos e mais um profissional atuando na 10ª Regional de Saúde voltando à medicação especial.  

“Principalmente neste momento de pandemia a dispensação, estocagem e aprimoramento do serviço farmacêutico ganha mais importância e destaque. Assim temos mais controle e organização em vários setores da administração pública em saúde. É importante salientar também que serviços como a dispensação de demandas judiciais não parou e nós continuamos garantindo a medicação correta para quem mais precisa”, disse Dr. Jussinaldo Duarte, farmacêutico e Diretor da Vigilância Sanitária de Floriano. 

Além da medicação disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um dado importante para entender a importância da organização deste setor é que segundo a Secretaria de Saúde de Floriano, mais de cem pessoas são beneficiadas com demandas judiciais e medicamentos não padronizados.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!