Floriano consegue zerar fila de espera por ultrassom obstétrico

De janeiro a abril deste ano, haviam mais de 500 exames na fila de espera.

O ultrassom obstétrico é um exame extremamente importante para acompanhar o desenvolvimento do bebê durante o período gestacional. Utilizando a emissão de ondas sonoras, ele permite a formação de imagens para analisar embrião e feto. Segundo a Coordenação de Saúde da Mulher de Floriano, de janeiro a abril deste ano, haviam mais de 500 exames na fila de espera. A boa notícia é que essa fila foi zerada. 

Este exame serve para detectar precocemente gestação de múltiplos e ajuda no diagnóstico de algumas má-formações fetais. O ultrassom obstétrico é capaz de fornecer informações importantes como idade gestacional, análise morfológica (estruturas e órgãos do feto), sexo, batimento cardíaco, se trata-se de uma gravidez fora do útero (ectópica), se há deslocamento da placenta, alterações cardíacas, além de ser capaz de detectar problemas cromossômicos como síndrome de Down e lábio leporino.

Segundo Ana Márcia Miranda, coordenadora da pasta, o trabalho foi realizado nas últimas semanas com a atualização do cadastro de gestantes da secretaria junto a enfermeiros e marcadores. "Atualizamos o cadastro e fizemos um pente fino das gestantes que já tiveram filhos, mas ainda estavam em nossas informações", disse. 

Para o mês de maio, haviam 85 gestantes à espera, mas desse total, 51 já realizaram o exame.

"Atualmente temos apenas 34 gestantes a espera desse exame, mas elas estão dentro do período. Estamos aguardando a abertura do sistema para alocar essas pacientes nos próximos quinze dias. Além disso, também entrei em contato com os gestores da saúde de municípios vizinhos para que atualizem seus cadastros e nos ajudem, já que Floriano é referência para essas cidades", destacou Ana Márcia Miranda. 

Mesmo com a pandemia, a Secretaria de Saúde de Floriano não suspendeu as consultas de pré-natal e manteve o acompanhamento das gestantes. A coordenadora informou ainda que as consultas ginecológicas de casos específicos considerados urgentes continuaram acontecendo. "Nós garantimos a essas mulheres o direito básico ao pré-natal e consultas ginecológicas em casos específicos, por exemplo, quando uma paciente é acometida por algum tipo de câncer", disse.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!