Delegado acredita que cadáver carbonizado não seja de morador da região

Segundo ele, não há registro de desaparecimento de pessoa em Barão nem em Floriano.

Na manhã da última quarta-feira (18), um corpo foi encontrado carbonizado na BR-230, em Barão de Grajaú (MA). Até o momento, a vítima não foi identificada e nenhum suspeito foi preso.

Em entrevista ao site de notícias JC24h, o delegado Firmino Vilarinho, da Polícia Civil da cidade maranhense, informou que ainda não há novidades sobre o caso. Porém, há suspeitas de que o cadáver não seja de nenhum morador da região.

O delegado explicou que está em contato diário com a Polícia Civil de Floriano (PI) para tentar mais informações sobre o caso, mas até o momento o que se sabe é que, tanto em Floriano quanto em Barão de Grajaú não há nenhum registro de pessoa desaparecida.

A polícia continua realizando diligências em busca de mais informações e também em busca de descobrir quem é o autor do homicídio. Além disso, o laudo pericial é aguardado para saber a causa da morte da vítima.

Relembre o fato

Na manhã desta quarta-feira (18), um corpo foi encontrado carbonizado na BR-230, em Barão de Grajaú (MA). A vítima foi localizada por volta das 4h, em uma ponte, com as mãos e pés amarrados e diversas queimaduras pelo corpo. As informações são do Portal JC 24h.

O corpo, que estava sem roupas, foi achado no quilômetro 12 da rodovia. A Polícia Militar de Barão de Grajaú foi acionada. Em seguida, uma equipe da Polícia Civil foi até o local para iniciar as investigações.

O cadáver, que ainda não foi identificado, foi encaminhado para o Instituto de Criminalística de Timon (MA), onde passa por perícia e identificação. Segundo o delegado Firmino Vilarinho, que esteve no local e observou o corpo pessoalmente, nenhuma marca de tiro ou facada estava visível na vítima.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!