Comércio de Floriano começará a ser reaberto a partir de amanhã

Reabertura acontecerá de forma gradual, em três fases de flexibilização.

O prefeito Joel Rodrigues confirmou, nesta noite de sábado (06), a reabertura gradual do comércio de Floriano, a partir da segunda-feira, 8 de junho.

Em uma gravação em suas redes sociais o prefeito falou que o Plano de Retomada das Atividades Comerciais já foi apresentado ao Ministério Público, empresários, vereadores e ao Comitê Gestor de Crise e que o decreto será publicado neste domingo, 7 de junho, no site oficial da Prefeitura de Floriano, quando vence o último decreto em vigor. 

O secretário de Governo, Bento Viana, explicou que o plano prevê três fases de flexibilização:

A 1ª fase do plano começa nesta segunda-feira, 8 de junho e se entende até 21 de junho.

A 2ª fase vai de 22 de junho a 5 de julho e a 3ª fase se inicia em 6 de julho e segue até 19 de julho.

No intervalo de cada uma delas, o Município e o Comitê Gestor de Crise avaliarão os números da Covid-19 em Floriano e o comportamento do comércio e da população, diante das recomendações sanitárias, fatores que podem influenciar no avanço ou recuo de fase.

Uma decisão importante também será incluída no decreto: a feira do Mercado Central passará a funcionar na quinta, sexta e sábado, com distanciamento entre as barracas e os cuidados de higiene e distanciamento dos clientes. Vias importantes serão interditadas nos dias de feira: a Rua José Guimarães, por traz do Mercado Central, no trecho entre a Rua Clementino Ribeiro até a Almeida Guimarães, Luis Ribeiro, entre a Av. Bucar Neto e a Rua Areolino de Abreu e o pequeno trecho da Padre Reis, no trecho entre a Rua José Guimarães e a Rua Areolino de Abreu. A Almeida Guimarães, no trecho entre a Av. Bucar Neto e a Rua José Guimarães será utilizada para estacionamento dos feirantes. A SUTRAN determinará o horário de carga e descarga dentro do perímetro da feira, antes de sua abertura.

As barreiras sanitárias nos acessos a Floriano serão para orientações, garantia da obrigatoriedade do uso da máscara e aferição da temperatura corporal dos passageiros.

FASES DA FLEXIBILIZAÇÃO

De acordo com o Plano de Retomada das Atividades Comerciais de Floriano, as três fases, com intervalo de 14 dias entre cada, foram definidas da seguinte forma: de 

A fase 1 prevê a flexibilização para empresas de atendimento individual ou de pequena aglomeração. Mantém os serviços essenciais já autorizados; permite o funcionamento dos estabelecimentos que prestam serviços de saúde; serviços de saúde ofertados pelo Município e o comércio varejista, atacadista de bens e serviços, lojas de departamentos especializados e prestadores de serviços; atividades do segmento de estética, beleza e tatuagem apenas para atendimento individual, com horário marcado, sem espera; obras civis e públicas e a indústria de transformação. No shopping as lojas voltam a funcionar para o atendimento presencial, mas a praça de alimentação e cinema continuam fechados.

A fase 2 prevê o atendimento de média aglomeração com a manutenção das medidas de higienização. São mantidos os serviços da fase 1 e retornam às atividades as academias de esportes com limitação, atendimentos relacionados à saúde bucal/odontológica, pública e privada e atendimentos pelos órgãos da administração pública municipal, de forma organizada e controlada, atendendo a todas as medidas de higienização.

A fase 3 contempla atividades próximas ao normal com ênfase na manutenção das medidas de higienização. São mantidos os serviços das fases 1 e 2 e autorizadas as atividades com consumação local  em bares e restaurantes, com limitação de horário até às 20h e adoção do distanciamento entre mesas com todas as medias sanitárias; consumação local em padarias; praça de alimentação e cinema do shopping; retorno do funcionamento de equipamentos públicos de recreação observada. Shows, eventos públicos e privados, eventos culturais e desportivos, atividades de casas noturnas continuam suspensos, assim como as aulas da rede pública e municipal.

Em todas as fases os horários de funcionamento seguem a rotina do horário comercial normal.

Joel Rodrigues disse que o Município está fazendo a sua parte e pediu à população e aos comerciantes que também ajudem no cumprimento do protocolo sanitário. “O Município continua adotando todas as medidas, inclusive, de monitorar os números para que possamos de forma tranquila continuar com essas atividades”, finalizou.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!