Cantor Fabrício Asriel morre vítima da Covid-19

Músico foi internado no dia 3 de março, com 90% dos pulmões comprometidos.

Morreu, na tarde desta quarta-feira (10), o cantor Fabrício Asriel. O artista, que integrou por muitos anos a banda Mano Crispin, faleceu em decorrência da Covid-19.

Fabrício foi internado no Hospital Natan Portela no dia 3 de março. Ao dar entrada na unidade de saúde, ele já estava com 90% dos pulmões comprometidos. De acordo com informações do site Cidade Verde, o músico não tinha nenhum tipo de comorbidade.

Segundo o Piauí Hoje, o artista precisou ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Durante o período internado, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas foi reanimado pelos médicos. Porém, nesta quarta-feira, ele não resistiu à doença.

O artista ganhou fama com a banda Mano Crispin, criada em 1998. O grupo se destacou no meio musical tanto no Piauí quanto no Nordeste. Quando o grupo acabou, o cantor passou a integrar a Radiola de Ruah. Atualmente, ele fazia parte do grupo Sample Vox.

Com a banda Mano Crispin, Fabrício já abriu shows de bandas de rock conhecidas nacionalmente, como Charlie Brown Jr, Jota Quest, Os Raimundos, entre outros. Além disso, o grupo piauiense participou de festivais como o Piauí Pop e o Ceará Music.

O músico deixa a esposa e três filhas. Pelas redes sociais, familiares e amigos prestaram homenagens ao artista piauiense.

Foto: Arquivo PessoalFabrício Asriel
Saiba mais sobre:

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!