Após denúncias, vaquejada é interrompida por não cumprir medidas sanitárias

Organizadores não cumpriram medidas de segurança estabelecidas para que evento pudesse acontecer.

Neste domingo, a Polícia Militar e a Vigilância Sanitária terminaram com uma vaquejada que estava sendo realizada na cidade de Floriano (PI). O evento foi encerrado por descumprir as normas sanitárias estabelecidas para prevenir a disseminação do novo coronavírus.

Segundo o site de notícias G1, o evento recebeu autorização da Vigilância Sanitária para ser realizado após uma inspeção no Parque de Exposições Raimundo Mamede de Castro. Porém, os organizadores não respeitaram as medidas de segurança estabelecidas para que a vaquejada pudesse ocorrer com segurança.

No sábado (31), após receber denúncias a respeito do descumprimento das medidas sanitárias, as autoridades notificaram os organizadores do evento. Mesmo com o aviso, as irregularidades não foram sanadas, sendo necessário que a vaquejada fosse interrompida pela Polícia Militar e a Vigilância Sanitária.

“Eles não limitaram a quantidade de pessoas. Havia o consumo de bebida alcoólica por pessoas de forma aglomerada e em espaço público, o que está proibido em decreto. Também foi feita uma triagem sanitária, e só deveriam entrar competidores”, afirmou Jucinaldo Duarte, diretor da Vigilância Sanitária do município.

Divulgue seu negócio e venha fazer sucesso junto com o Rota343. Clique aqui e entre em contato conosco!

Gostou? Compartilhe!